Hérnia de disco é problema comum. O disco intervertebral é cartilagem da coluna que pode desgastar e deslocar. O deslocamento da cartilagem é chamado hérnia de disco. O tratamento da hérnia de disco deve ser conservador (sem cirurgia) em 90% dos casos. Isso significa que 9 entre 10 pessoas com hérnia de disco não precisarão ser operadas e terão melhora completa dos sintomas.

Entretanto, 1 em cada 10 indivíduos com hérnia de disco poderá ter complicações como: perda de força no braço ou na perna, dor que não melhora com remédios ou perda do controle urinário e da capacidade de andar. Nesses casos, cirurgia é mais efetivo que qualquer tipo de tratamento conservador (não cirúrgico). É possível ter boa qualidade de vida após crise de hérnia de disco e realizar atividades habituais de trabalho e de lazer.

Sintomas de hérnia de disco

Hérnia de disco é condição que pode provocar sintomas variados. Algumas pessoas não terão queixas, outros terão dor na coluna (dor nas costas). Além disso, hérnia de disco pode causar compressão de nervos e dor irradiada para o braço ou para a perna.

Por que hérnia de disco causa dor

O disco degenerado pode provocar dor na região lombar devido a processo inflamatório local. Além disso, o disco envelhecido se torna mais frágil e pode se romper e deslocar. O fragmento de cartilagem deslocado se chama hérnia de disco. Em certos casos, a hérnia de disco pode provocar compressão de nervo, ocasionando dor irradiada para braços ou pernas. Alguns fatores de risco para envelhecimento precoce do disco são: predisposição genética, tabagismo, excesso de peso e atividades laborais com esforços repetitivos.

O tratamento da hérnia de disco deve ser conservador (sem cirurgia) em 90% dos casos. Isso significa que 9 entre 10 pessoas com hérnia de disco não precisarão ser operadas e terão melhora completa dos sintomas.

Nove entre 10 pessoas com hérnia de disco poderão ser tratados adequadamente sem cirurgia.

Quais são os sintomas de alerta para cirurgia de hérnia de disco?

Caso você apresente algum dos sintomas abaixo, deverá ser visto com urgência por médico especialista em coluna, que irá avaliar necessidade de cirurgia:

  • Perda de força no braço ou na perna
  • Dor que não melhora com remédios ou fisioterapia
  • Perda do controle urinário e da capacidade de andar
  • Anestesia (formigamento) na região genital

A presença de fatores neurológicos como perda de força no braço ou na perna, formigamento genital ou mudança dos hábitos urinários indica necessidade de avaliação urgente de especialista em coluna.

Exames para hérnia de disco

O melhor exame de imagem para hérnia de disco é ressonância magnética. Radiografias (raios x) não são capazes de mostrar o disco herniado. Radiografias auxiliam na avaliação do alinhamento da coluna, de espondilolistese (escorregamento vertebral) e de outras lesões da coluna.

Remédios para hérnia de disco

Na crise aguda, diversas medicações podem ser utilizadas para controle da dor, como analgésicos simples, antiinflamatórios não hormonais, antiinflamatórios hormonais (corticóides), relaxantes musculares, analgésicos opióides e anti-convulsivantes. Alguns remédios são controlados ou vendidos apenas sob orientação médica.

Modalidades de tratamento conservador de hérnia de disco

Na maioria das vezes, sintomas agudos relacionados a hérnia de disco irão desaparecer completamente com tratamento não cirúrgico. Existem diversas opções para tratamento conservador de hérnia de disco durante a fase aguda, como:

  • Repouso: compressão aguda de nervo não combina com esforços, muito menos com exercícios físicos. Nos primeiros dias (ou semanas) de dor irradiada para o braço ou para perna, seu corpo precisará que reduza a intensidade das atividades físicas (de trabalho e lazer) e mantenha certo grau de repouso.
  • Fisioterapia: frequentemente utilizada para controle da dor nas fases iniciais. Existem diversas modalidades de analgesia que podem ser usadas na fase crítica da dor. Após isso, introduz-se progressivamente exercícios de alongamento muscular e, em seguida, de fortalecimento muscular. Existem diversas técnicas de fisioterapia para tratamento conservador de hérnia de disco.
  • Acupuntura: procedimento médico que utiliza inserção e manipulação de agulhas metálicas em determinadas partes ou pontos do corpo, que visa tratamento de muitas condições clínicas, assim como à manutenção da saúde. Essa técnica terapêutica é originária da China e faz parte de um grupo de conhecimentos médicos desenvolvidos ao longo dos últimos 2.500 anos, denominados de Medicina Tradicional Chinesa (MTC).
  • Infiltrações na coluna ou bloqueios anestésicos: procedimentos frequentemente utilizado pelos especialistas em coluna. Possui eficácia e resultado consistentes no tratamento de dor na coluna e no nervo ciático.

FAQ – Perguntas frequentes

 

Qual melhor remédio para hérnia de disco aguda?

Diversas medicações podem ser usadas nas crises de hérnia de disco, como analgésicos, antiinflamatórios não hormonais e hormonais (corticoides), relaxantes musculares e anticonvulsivantes.

Qual é o melhor antiinflamatório para hérnia de disco?

A literatura não aponta o melhor anti-inflamatório para crise de hérnia de disco. Porém, antiinflamatórios hormonais (corticoides) são frequentemente usados por cirurgiões de coluna. Sua administração pode ser oral, endovenoso, intramuscular ou epidural (injeções na coluna).

Quais exercícios são permitidos para quem tem hérnia de disco?

A resposta depende dos sintomas apresentados. Durante a fase dolorosa (ou seja, durante a crise) exercícios não são recomendados. Porém, após a mesma, deve-se iniciar programa de reabilitação física gradual. Ao final dessa etapa, a maioria das pessoas não terá restrições a esportes ou atividades de lazer.

Hérnia de disco cervical pode dar dor de cabeça?

O desgaste da coluna cervical pode provocar dor na parte de trás da cabeça (nuca). Porém, dores de cabeça em outras regiões (parte lateral e frontal) devem ser investigadas por médico especialista (neurologista).

Como curar hérnia de disco naturalmente?

Caso você tenha hérnia de disco, as chances de melhorar sem cirurgia é de 90%. O texto acima ilustra diferentes possibilidades de tratamento para melhora dos sintomas sem cirurgia.

Quando é necessário fazer cirurgia de hérnia de disco?

Cirurgias para hérnia de disco são recomendadas na presença de alguns sintomas neurológicos, como fraqueza no braço ou na perna ou perda de controle da bexiga (retenção ou perda de urina). Além disso, certos pacientes apresentarão persistência da dor no nervo mesmo após realizado tratamento conservador. Nessas situações, cirurgia para remoção da hérnia é mais eficaz que qualquer método conservador.

Como se trata de hérnia disco extrusa?

O tratamento da hérnia de disco extrusa, de modo geral, não difere da hérnia protrusa, sendo conservador em 90% dos casos. O texto acima descreve os principais métodos para essa finalidade.

O que alivia dor de hérnia de disco?

Durante a fase aguda recomenda-se repouso, medicações (diversos tipos de medicações são usados em conjunto) e fisioterapia. Porém, é importante haver avaliação médica para determinar a presença de fatores de alerta neurológicos, que podem mudar a indicação do tipo de tratamento.

5 respostas
  1. Michelle Baldissarelli
    Michelle Baldissarelli says:

    Tenho hérnia de disco em L4-L5 e protusão discal em L5-S1 e meu médico solicita que eu faça musculação com mais carga (bastante carga) e menos repetições, isso está correto? Sinto dor, porém a indicação continua a mesma. Faço inclusive agachamentos, legpress etc.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.