Hérnia de disco é problema comum que geralmente melhora com tratamento clínico. Entretanto, 1 em cada 10 pacientes (10% das pessoas) com hérnia de disco terão compressão neurológica grave e necessitarão de descompressão cirúrgica. Nessa situação, cirurgia é mais eficaz que qualquer outro tipo de tratamento.

Entenda como é feito o procedimento cirúrgico de retirada de hérnia de disco em 5 passos:

1. Posicionamento do paciente:

Cirurgia de hérnia de disco lombar é realizada pelas costas, com o paciente sob anestesia geral, deitado com barriga para baixo. Alguns cirurgiões preferem realizar cirurgia na posição genupeitoral (de joelhos), como na figura abaixo.

Posição genupeitoral é opção para realização de cirurgia de hérnia de disco.

2. Equipamentos para ampliação de imagens

A cirurgia padrão-ouro para hérnia de disco lombar a é microdiscectomia. Nela realiza-se retirada de fragmento de disco herniado com auxílio de microscópio (figura abaixo). A microdiscectomia pode ser feita de forma minimamente invasiva com pequenos afastadores musculares tubulares. Além da microdiscectomia, há alternativa endoscópica, em que o procedimento é realizado com auxílio de câmera de vídeo.

Uso do microscópio para cirurgia de hérnia de disco.

3. Acesso cirúrgico ao disco intervertebral

Na cirurgia de hérnia de disco é necessário ao cirurgião “entrar” na coluna. Para isso, após ultrapassar a pele e a musculatura das costas, realiza-se pequeno orifício ósseo (4 a 5 milímetros) e ligamentar (figura abaixo), preservando a arquitetura local e a estabilidade mecânica da coluna.

Visão do cirurgião durante microdiscectomia tubular. Nessa etapa realiza-se laminotomia (perfuração óssea) e abertura do ligamento amarelo para “entrada” no canal vertebral.

4. No interior do canal vertebral

No interior do canal vertebral, a raiz nervosa é identificada, assim como o fragmento de disco responsável pela compressão nervosa. Fragmentos de disco são localizados de acordo com as informações obtidas previamente por exame de ressonância magnética.

A coloração, a forma e a textura de do disco e do nervo diferem entre si, permitindo ao cirurgião proteger o nervo e remover a hérnia com segurança.

Microdiscectomia: retirada do fragmento de hérnia de disco lombar.

5. Fechamento da ferida e curativo

Após remoção do fragmento de hérnia de disco e liberação do nervo, a ferida é suturada, seguida de curativo estéril. Não são necessários drenos.

Cuidados com a cicatriz cirúrgica

Cicatrizes cirúrgicas de microdiscectomia tubular e de discectomia endoscópica são pequenas (figura abaixo) e não precisam de cuidados especiais. Entretanto, é necessário manter a região limpa e seca, em especial nos primeiros quinze dias após o procedimento.

Exemplo de cicatrizes cirúrgicas por acesso microcirúrgico tubular (à esquerda) e endoscópico (à direita).

Veja também:

Perguntas frequentes (FAQ):

Quanto tempo dura cirurgia de hérnia de disco?

Cirurgia de hérnia de disco dura entre 1 e 2 horas.

Quanto tempo fico internado após cirurgia de hérnia de disco?

O tempo médio de internação hospitalar após cirurgia de hérnia de disco é 1 dia.

Cirurgia de hérnia de disco dói? Terei muita dor após a cirurgia?

Não. A cirurgia é feita sob anestesia geral, não havendo dor durante o procedimento. Por se tratar de cirurgia com mínima invasão, não é comum queixa de dor após a mesma. Analgésicos simples e anti-inflamatórios são suficientes no período pós-operatório.

É preciso fazer fisioterapia após a cirurgia?

Em alguns casos recomenda-se fisioterapia para ganho de desenvoltura e confiança após a cirurgia. Além disso, casos com perda de força motora antes da cirurgia devem ser estimulados a fortalecer o membro precocemente.

Qual o tamanho da cicatriz de cirurgia de hérnia de disco?

A cicatriz varia de acordo com técnica cirúrgica. Cirurgias endoscópicas têm cicatriz de 1 cm, enquanto microdiscectomia tubular 2 cm.

Quem tem hérnia de disco pode fazer caminhadas ou esportes?

Sim. Aliás, após melhora da dor, recomenda-se rotina de exercícios físicos, independente do tratamento ter sido conservador ou cirúrgico.

 

34 respostas
  1. Paulo Cezar de Oliveira
    Paulo Cezar de Oliveira says:

    17

    Prof.Dr.Alberto Geotfryd, estou-lhe enviando esse comentário, para solicitar sua opinião. Em 10.05.07 durante exercicio fisico de pilates adquiri uma hérnia lombar L4/L5, que me causou intenso sofrimento .Em 23.11.14 fiz uma cirurgia aberta de coluna que consistiu no alargamento do canal medular e laminectomia feito palo neurocirurgiçao de Londrina Dr. Mauri Aparecido Raphaele; após 90 dias os sintomas voltaram. Em 28.05.17 fiz nova cirurgia aberta da coluna lombar com remoção da hernia, alargamento do canal medular e laminectomia realizado pelo prof.Dr. Tarcisio Eloy Pessoa de Barros Filho.Em março de 2.020 após esforços fisico, voltaram sintomas com Lombociatalgia direita e parestesia que estão me impedindo de andar e trabalhar .Sou cirurgião vascular na cidade de Ourinhos e formado à 50 anos. Ainda a jeito de me tirar deste sofrimento . Se possivel enviar-me o numero do celular para remeter as imagens da ressonancia magnetica .Agradeço ao colega se puder fazer alguma coisa para mim . Abraços e que Deus ilumine a sua vida .Tive excelentes informações sob o seu trabalho. Paulo Cezar de Oliveira -celular (14)99728-6415.

    Responder
  2. Wilma de Moraes
    Wilma de Moraes says:

    Já fiz ressonância magnética e indica hérnia de disco lombar. Gostaria de uma avaliação. Poderia enviar login para acesso aos resultados, já q moro em Tremembé cidade do vale do Paraíba

    Responder
  3. Ivana
    Ivana says:

    Olá
    Fui operada de hérnia de disco na lombar a quase 2 anos. Minha cirurgia foi mais demorada q o normal, pois a cartilagem q precionava o ciátio havia calcificado, é essa pressão já perdurava por muitos meses. Hj minha perna tem muitas câimbras e fisgadas com repuxamento do nervo. Isso é normal? Tb noto q a perna está mais fina e sem força.
    Me ajude por favor a entender.

    Responder
  4. Ana Paula Ferreira
    Ana Paula Ferreira says:

    Olá Dr. tenho hérnia lombar L4, L5 e L5S1 o qual o disco além de necrose apresenta protusão. A indicação é de cirurgia e a técnica recomendada é por vídeo. Minhas dúvidas são: o disco é totalmente retirado? No caso da retirada total, fica vertebra com vértebra? Existe algo, como prótese p disco. Sou atleta, prático hipismo, musculação e muay tay. Poderei retornar as minhas atividades?
    Desde já agradeço a atenção. Obrigada

    Responder
    • Dr. Alberto Gotfryd
      Dr. Alberto Gotfryd says:

      OLá ANa, geralmente retiramos apenas a pequena porção herniada do disco, ou seja, aquela que já está longe da sua posição natural. Após a cirurgia há 6 semanas (45 dias) com algumas restrições. Passado esse prazo, esportes são liberados por completo.

      Responder
  5. Renata
    Renata says:

    Boa noite, fiz uma cirurgia por conta da ernia de disco e ciático, fiz a por câmera , estou sentindo bastante formigamento na perna , é normal faz 7 dias que fiz a cirurgia

    Responder
  6. Maria Luciene da silva
    Maria Luciene da silva says:

    Estou com problemas sérios de coluna, abaulamento da direita pra esquerda e vice versa e também com edema ósseo e vertebral e lombociatalgia, artrose estou travada há mais de dois anos, tenho que fazer uma cirurgia mais pelo SUS demora muito e choro de dores e quase não ando o médico disse se não fizer urgente vou perder os movimentos das pernas tudo isso na lombar,mais não tenho dinheiro para pagar uma cirurgia dessas o que fazer me ajudem?

    Responder
    • Dr. Alberto Gotfryd
      Dr. Alberto Gotfryd says:

      Olá Maria, o melhor caminho é procurar serviço do SUS com especialistas em coluna vertebral. Se for urgente, a recomendação é procurar por pronto atendimento.

      Responder
  7. Campos
    Campos says:

    Bom dia Dr.

    Fiz uma cirurgia de infiltracao para tratar de 3 hernias de disco na regiao lombar, a cirurgia durou 3 horas e o medico fez intervencao nas 3 hernias e aplicacao de corticoide, foi feita de forma endoscopica com apenas 2 pequenos furos, recebi alta no mesmo dia, porem apos o 4 dia de cirurgia apos passar o efeito anestesico estou sentindo muito formigamento em um lado da coxa direita, sentindo a perna pesada, sem firmeza, bem sensivel encostar em qualquer coisa sinto dor, sintomas esses que nao sentia antes. Como sempre tive dor na regiao lombar entao todos os exames e ressonancias foram feitos ba regiao lombar, ao retornar ao medico q me operou o mesmo relatou q o que estou sentindo nao e devdoba cirurgia e sim pode ser outra hernia que pode ser na regiao cervical ou dorsal ou ate algum nervo inflamado. Entao agora o meu medico passou ressonancia para regiao cervical e dorsal. Essa dor que estou sentindo na coxa direita esses sintomas que relatei, o que vc acha que pode ser doutor?

    Responder
  8. Italo Roberto
    Italo Roberto says:

    Dr. Alberto, bom dia. Sofro com uma protusão Lombar póstero central entre L5 e S1 há 11 meses, no início tive episódios de fraqueza nas 2 pernas, a ponto de andar com bengala por mais de 1 mês, entre os demais sintomas. Atualmente sofro com moleza nas pernas, formigamento que vai desde a lombar até o pé, nas duas pernas, as vezes uma leve fraqueza e não consigo ficar sentado mais do que 1 hora. Como é apenas uma protusão, os médicos de coluna insistem em dizer que o problema não se justifica por essa protusão e que poderia ser outra coisa, porém já fiz inúmeros exames de imagem e sangue e nada foi achado. Como paciente e sendo a pessoa que sente os sintomas há 11 meses, tenho certeza que é da lombar, pois quanto mais ela dói, mais os sintomas descem para a perna. Atualmente faço tratamentos de fisioterapia em grupo, fisioterapia especializada individual, hidroterapia, pilates, natação e fortalecimento muscular. Já estou sem saber o que fazer, pois só consigo trabalhar em home office, pois quando pioram os sintomas, posso me deitar, alongar, colocar uma compressa quente, etc… Coisas que aliviam, porém a empresa quer que eu volte ao trabalho presencial, mas em hipótese alguma consigo ficar 8 horas sentado e fora o deslocamento. estou meio desesperado com isso e sem saber o que fazer, pois já rodei em diversos médicos. estava pensando em tentar uma infiltração lombar, para ver se cessavam os sintomas, mesmo que temporariamente para tentar confirmar que o problema é essa protusão. Já tomei tantos medicamentos que já chegou a alterar meu fígado e agora estou ficando meio abalado psicologicamente. O Sr poderia me orientar de alguma forma? Obrigado.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.