Deformidades da coluna do adulto são definidas como desvios do alinhamento normal da coluna de mais de 10 graus quando se observa o indivíduo de frente ou perda das curvaturas normais da coluna vista de lado.

Deformidades da coluna do adulto podem impactar negativamente na qualidade de vida das pessoas. São sintomas comuns dor na coluna e incapacidade funcional. Pode haver desvio lateral do tronco ou postura tipo circunda, com flexão anterior do tronco.

São exemplos de causas de deformidade do adulto:

  • Escoliose da criança que se tornou mais sintomática na fase adulta;
  • Desgaste progressivo e afrouxamento da coluna em decorrência do envelhecimento (espondilose), gerando deformidade da coluna previamente hígida;
  • Desalinhamento da coluna como consequência de fraturas por osteoporose;

Apesar de deformidades da coluna do adulto serem relativamente frequentes, nem todos os casos são sintomáticos. Alguns indivíduos, porém, apresentarão deformidade progressiva, dor e incapacidade crônica.

Diagnóstico

Em primeiro lugar, deve-se avaliar se há queixa clínica de deformidade do tronco, dor lombar ou dor irradiada para os membros inferiores (lombociatalgia).

Dentre os exames de imagem, são frequentemente necessários:

  • Radiografias panorâmicas: capazes de mostrar alinhamento da coluna, permitindo ao médico medir curvaturas da coluna, quando se observa pacientes de frente e de lado;
  • Ressonância magnética: importante para avaliação da degeneração da coluna, bem como compressão de nervos;
  • Tomografia computadorizada: exame útil para avaliação óssea, degeneração articular (espondilose), além de permitir estudo da anatomia óssea em casos de necessidade de cirurgia;
  • Densitometria óssea: tem papel de investigação da qualidade óssea e identificação de osteoporose, fato importante em casos cirúrgicos.

Exemplo de radiografias de paciente de 66 anos de idade com deformidade do adulto.

Tratamento

Os objetivos do tratamento cirúrgico são melhora da dor e da disfunção. De acordo com a causa dos sintomas, o médico especialista em coluna pode indicar descompressão neural, correção de deformidades e artrodese da coluna. Cada caso deve ser avaliado e tratado individualmente, não havendo protocolos únicos que possam ser aplicados para todos os pacientes.

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.